Festival Cultural Benedicto Lacerda 2014

Logo-FCBL-2014-Site-Usina.jpg
(Release oficial do FCBL 2014 por Ímpar Comunicação)

Festival em Macaé homenageia Benedicto Lacerda com muito Choro e Samba

Shows, oficina musical, palestra, lançamento de livro e songbook, espetáculo infantil, exposição biográfica e muito chorinho e samba fazem parte da programação do Festival Cultural Benedicto Lacerda, que acontece entre os dias 09 e 15 de outubro em Macaé. Além de enaltecer um dos músicos e compositores mais importantes do país, o festival também abre espaço para novos talentos. Entre as atrações desta sexta edição, todas gratuitas, está Paulo César Pinheiro, autor de mais de 2.000 canções e destaque no cenário da música nacional. O evento contará, ainda, com nomes de peso como o de Nicolas Krassik, músico francês radicado no Brasil.

Quase seis décadas após sua morte, Macaé volta a homenagear um de seus filhos mais ilustres: Benedicto Lacerda. Ele foi flautista, compositor, arranjador, cantor, maestro, saxofonista, diretor musical e líder do regional (conjunto musical) mais famoso de todos os tempos.

O presidente da Usina, Marcos Kuika, destaca que, em seus 54 anos de vida, Benedicto Lacerda deixou um verdadeiro legado para a Música Popular Brasileira. Como compositor, fez parcerias com Herivelto Martins, Ary Barroso e Pixinguinha, entre outros. Como músico, seu regional acompanhou grandes nomes como Carmen Miranda, Francisco Alves, Orlando Silva, Noel Rosa, Aracy de Almeida e Silvio Caldas.

– Por isso, nada mais justo do que celebrar este macaense tão ilustre com um festival anual, que resgata a cultura musical de Macaé e região e contribui para a revitalização de nossa cultura – ressaltou Marcos.

Vida e obra – Benedicto Lacerda nasceu em 14 de março de 1903 em uma família humilde de Macaé. A paixão pela música começou ainda na infância quando, de forma autodidata, começou a aprender flauta transversa.

Em 1920, muda-se com a mãe para o bairro Estácio, no Rio de Janeiro. Aos 17 anos, chega ao reduto dos bambas e passa a ter lições de flauta com o chorão carioca Belmiro de Souza.Em 1929 cria o grupo “Gente do Morro” com o qual grava cantando sambas e solando choros e valsas à flauta. No ano de 1934 funda o Regional de Benedicto Lacerda, grupo este que gravou com as maiores estrelas da “Era de Ouro” da música brasileira (décadas de 30 e 40).

No ano de 1946 forma dupla com Pixinguinha e realiza uma série se gravações antológicas. A partir do início da década de 50, passa a se dedicar a organizar sociedades arrecadadoras de direito autoral.Benedicto faleceu em 16 de fevereiro de 1958, um domingo de carnaval, enquanto os foliões de todo o país cantavam pelas ruas um de seus maiores sucessos: “A Jardineira”, composto em 1939.

Outras informações estão disponíveis no site http://www.usina.org.br .

PROGRAMAÇÃO

  • Dia 09, às 20h, será lançado no Teatro Municipal de Macaé o livro biográfico “Benedicto Lacerda – O Flautista de Ouro – Um Gênio na Orfandade”, de Sidney Castello Branco, e o songbook Benedicto Lacerda. Em seguida, show com Nicolas Krassik;

  • Entre 09 e 15, fica à disposição do público, no foyer do Teatro Municipal de Macaé uma exposição biográfica de Benedicto Lacerda;

  • Às 20h do dia 10, o autor do livro “Benedicto Lacerda – O Flautista de Ouro” ministra palestra sobre o homenageado no Teatro Municipal de Macaé, onde também será realizado o show do Regional Choro das 3 logo em seguida;

  • Regional Carioca e Paulo César Pinheiro serão a atração do festival no 11 de outubro a partir das 20h. As apresentações também serão realizadas no Teatro Municipal de Macaé;

  • Dia 12 de outubro, das 09h às 13h, acontece nas Sociedades Musicais Nova Aurora e Lyra dos Compositores, ambas no Centro de Macaé, oficina musical em parceria com a Casa do Choro e Escola Portátil de Música;

  • De 13 a 15, seis espetáculos infantis de mamulengos e fantoches (biográfico-musical) com a Cia Volta Seca vão ser realizados nas escolas da rede municipal de ensino de Macaé;

  • Encerrando o festival, dia 15, a partir das 20h, a rua que leva o nome de Benedicto Lacerda, na Praia das Conchas, recebe Zé Rangel Quinteto. Em seguida o Regional Imperial convida os flautistas Antônio Rocha e Werlles de Paula.

VT publicitário do FCBL 2014

Material Impresso e Publicitário

Cartaz-FCBL-2014.jpg

Cartaz de divulgação FCBL 2014

folder-02.jpg

Folder FCBL 2014 (Interno)

programa-FCBL-2014.jpg

Programação FCBL 2014